Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Jardineiras De Calções

Jardineiras De Calções

06
Jul17

7 must haves para sobreviver a voos longos

publiado por A Rapariga Das Jardineiras

th.jpg

 

Estamos na altura das férias e agora começam as viagens e os voos longos. Se, como eu, odeias esperar e não ter nada para fazer, este post é para ti! 

 

Máscara para os olhos

Pode parecer simples, mas em voos longos as pessoas acabam sempre por adormecer e há pessoas que não conseguem dormir com a mínima claridade que seja. Se és uma dessas pessoas ou estás habituado a dormir de venda, vale a pena levar uma máscara na tua mala de mão.

 

Almofada para pescoço

Esta é outra muito simples, mas que pode fazer toda a diferença. As cadeiras de avião não são as mais confortáveis do mundo e além disso ninguém merece que na hora de dormir a cabeça fique a cair ou a balançar.

 

Necessaire pessoal

Nela podes levar os teus items de higiene pessoal (escova e pasta de dentes, hidratante labial, maquilhagem essencial, etc) e os teus medicamentos. Tem sempre atenção às normas da companhia aérea sobre o tamanho e mililitros dos produtos.

 

Eletrónicos para distração

Tanto pode ser uns head-fones, como um portátil, ou um simples telemóvel, tendo sempre atenção ás normas da companhia aérea sobre a utilização de internet. Vê também o meu post "Os 7 melhores jogos para sair do tédio" , que te dá dicas de jogos para quando não tens nada para fazer.

 

Carregador portátil

Se levamos os eletrónicos temos de levar as suas baterias, não é verdade?! As power-bangs são super fáceis, práticas e salvam vidas. Fica a dica!!!

 

Casaco Extra

As pessoas têm quase sempre frio no aeroporto e nos voos longos e por mais que a companhia aérea possa oferecer uma manta, é sempre bom teres o teu fiel casaco à mão, para que possas ficar aquecido a confortável. 

 

Lanchinho básico

A maior parte dos voos longos oferecem refeições, mas é importante frisar que essas refeições têm horários específicos e nem sempre a comida é boa. E se tiver fome fora de horas? E se eu não gostar do que têm para oferecer? E se me apetecer comer uma guloseima? É sempre bom teres contigo o teu snack favorito para estas ocasiões.

25
Jun17

Como montar um roteiro de viajem- Guia absolutamente completo

publiado por A Rapariga Das Jardineiras

download.jpg

 

Finalmente o verão chegou! E com ele, o calor, os gelados, as cores mas principalmente AS FÉRIAS!!! Neste post vou dar as minhas dicas para teres a viajem perfeita, não esquecendo que estas dicas também são válidas para uma viajem no inverno.

O principal é saber que um roteiro de viajem é uma coisa muito pessoal, cada pessoa tem o seu destino, o seu estilo de viajem, a sua maneira de visitar, a sua forma de deslocação até ao local, etc.

 

Para onde ir?

Antes de montar o roteiro de viajem é importante saber, obviamente, qual o destino. Tem sempre em conta o tipo de viajem, a altura do ano, o tempo despendido lá ficar, os meios de transporte, o alojamento e o dinheiro que queres gastar.

 

Montar o roteiro

Destino escolhido e reserva feita, é hora de começar a montar o roteiro propriamente dito.

Antes de passar às dicas queria falar de uma aplicação muito muito fixe que sem dúvida te vai ajudar a organizar: Google Trips. Nesta app podes colocar todos os dados da tua viajem (local, datas, alojamento, etc) e tens acesso direto ao Google Maps, onde existe um mapa detalhado da cidade da viajem, onde podes marcar os sitios que queres visitar e ver a opinião de pessoas que já lá foram, colocar a localização do hotel. Ainda tens opções de melhores restaurantes, cafés e bares com as respetivas pontuações, locais e horários de transportes públicos e informações sobre números de emergência que podem vir a dar jeito

 

download (1).jpg

 

1. Pesquisar sempre primeiro

Todo o processo de planeamento envolverá muita pesquisa. Procura noutros blogs, em revistas, sites, guias de viajem e também no Google Trips informações sobre o sitio para onde vais.

 

2. Escolher os lugares

Após as pesquisas aponta todos os lugares que queres visitar, os seus horários, dias em que fecham e também o tempo despendido para visitar cada um deles (caso não tenhas a certeza destas informações, procurara o nome da atração e o próprio Google dá-te todas elas).

 

3. Planear os dias

Neste passo é importante teres uma ideia da hora a que se vais chegar ao local para teres a noção do tempo que tens disponível. É possível que venhas também a perceber que não tens tempo para visitar tudo, não entres em pânico! Faz um levantamento dos locais que queres realmente conhecer e os que podem ficar para a próxima viajem.

A seguir é bem fácil, tem sempre atenção ao Google Trips onde apontaste anteriormente todos os sítios e é só ires montando os dias tendo em conta os pontos que ficam mais perto uns dos outros e também os locais onde ir parando para comer.

Outra coisa importante é caso a tua viajem seja maior (mais de uma semana) é bom deixares um dia livre para poderes visitar algo que foi deixado para trás ou simplesmente relaxares.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogs Portugal